Tenho o Dom de Amar e o Privilégio de ser Amada.

07
Dez 10

Chovia torrencialmente. O vento voava com força, arrastando consigo as pobres folhas já amarelecidas do Sol. Aquele passeio que outrora tinha um manto, para os mais importantes passarem, ficou despido, apanhando com os rios de água que, agora, já corriam.

Quando Sofia recebeu a mensagem não pensou duas vezes. Calçou as suas botas castanhas, vestiu o casaco castanho e saiu para a rua sem chapéu. Quando chegou àquela rua Pedro já lá estava. Pingando dos pés à cabeça dirigiu-se a ela com o seu sorriso mais belo, deixando a sua apaixonada sem fôlego. Beijou-a arrebatadamente, elevando-a nos seus braços fortes, para que ela ficasse tão alta quanto o seu metro e oitenta.

Molhados ficaram naquele amor sem fim.

Finalmente, Pedro colocou suavemente Sofia no chão e olhando-a intensamente disse: "Amo-te!". Sofia corou sorrindo. Apesar da chuva, passearam. Os longos cabelos encaracolados de Sofia lisos ficavam.

Inesperadamente, ouviram música. Alguém, de uma casa próxima, ouvia uma música tão bela que eles dançaram.

E dançaram fogosamente apaixonados. Eternamente apaixonados. Quando acabou, Pedro deixou-a descair nos seus braços, beijando-a novamente longamente.

Chovia, mas o beijo não parou.

Pegando-lhe ao colo rodopiaram como duas crianças.

 

Um beijo na chuva muda um momento, muda uma pessoa, muda duas vidas, mas constrói um amor diferente...

 

teoria feita por Mags às 22:14
música: Passou por Mim e Sorriu
tags:

Lindoooo
Jo a 9 de Dezembro de 2010 às 11:46

Tão lindo *.*
Quem me dera viver um momento assim. Qualquer rapariga que viva, deve considerar-se bastante sortuda :D

Beijos
Joana Pires a 11 de Dezembro de 2010 às 18:45

Dezembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10

12
13
15
17

19
22
25

27
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vamos contar o tempo...
PitaPata Dog tickers
Ajudar e...
760 50 10 95
...Prevenir!
"Orgulho naquilo em que acredito!"
pesquisar
 
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros!"
Está verde? Podes falar!
blogs SAPO