Tenho o Dom de Amar e o Privilégio de ser Amada.

01
Out 11
"Eu confiei em ti. Coloquei-te nas mãos o meu coração, sob a tuas juras de amor eterno, as tuas promessas de nunca me deixares cair. E onde é que isso me levou? Na primeira oportunidade deixaste-me sem o teu apoio, ajudaste o vento forte a empurrar-me desta montanha onde me encontrava. Onde outrora te tinha a meu lado. Agora? Agora há um espaço aqui, onde a saudade magoa e o amor mata. Dou por mim a desejar nunca te ter conhecido, nunca me ter apaixonado por esses teus modos de menino encantado. Apenas dou pelas lágrimas que me escorrem pela cara abaixo, quando tento adormecer e a almofada molhada me incomoda.
Sinto-me a desfalecer. Os teus jogos de sedução dão-me náuseas. Tão depressa és o melhor, como passas para ser o pior. O amor não é isto. Não é passar os dias a fingir que se está feliz, e as noites a chorar. Estou cansada. Já me deixaste uma vez. Agora é a altura de ser eu a fazê-lo. Não posso só pensar em nós. Está na hora de pensar em mim.
Adeus. Só te desejo o melhor, aí nesse teu canto bem afastado de mim!"
Texto de 2008, reformulado em 2010.
teoria feita por Mags às 13:00
música: Rolling in the Deep, Someone Like You - Adele

Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vamos contar o tempo...
PitaPata Dog tickers
Ajudar e...
760 50 10 95
...Prevenir!
"Orgulho naquilo em que acredito!"
pesquisar
 
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros!"
Está verde? Podes falar!
blogs SAPO