Tenho o Dom de Amar e o Privilégio de ser Amada.

23
Jan 12

Foi um longo período de tempo sem escrever. Uma pausa necessária para organizar ideias, sentimentos, sentidos, pensamentos. Um intervalo de busca incessante de quem sou, para onde vou. Nada de novo. Nada mudou. Sou eu e apenas eu. Um pouco de matéria, um ser consciente de si e dos outros, uma alma perdidamente apaixonada. Uma vontade, um caminho.

Encontro-me em cada palavra já escrita e vejo o que fui e o que sou. Apesar de continuar eu, de nada de novo existir, há reformulações do passado, melhorias. É muito bom!

Apaixono-me a cada dia mais pelo que faço, pelo que desejo fazer. Btw, entreguei agora a minha primeira (de muitas, espero!) moção. Política. Doce política. Corres-me nas veias como uma droga. É a adrenalina do momento, o fogo do indispensável, o gosto pela corrida. E quem corre por gosto não cansa.

E o facto de hoje, logo hoje que tenho menos uma mão apta a escrever e a trabalhar (e logo a mão dominante), não ter dispensado este momento de pequena reflexão escrita é um bom pronuncio.Quer dizer que estou de volta.

 

Me aguardem!

teoria feita por Mags às 20:10

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Vamos contar o tempo...
PitaPata Dog tickers
Ajudar e...
760 50 10 95
...Prevenir!
"Orgulho naquilo em que acredito!"
pesquisar
 
"Exige muito de ti e espera pouco dos outros!"
Está verde? Podes falar!
blogs SAPO